Redução do Consumo de Água em um Hospital Privado da Capital Paulista com Base na Instalação de Registro Regulador de Vazão em Torneiras de Fechamento Automático

Marcos Rogério Orita, Mário Ivo Serinolli

Resumo


Este artigo tecnológico tem por objetivo analisar a instalação de um registro regulador de vazão nas torneiras de fechamento automático instaladas em um hospital privado localizado na cidade de São Paulo – SP, visando a redução no consumo de água, e contribuindo assim em prol da sustentabilidade. Para tanto, foi eleito um modelo de registro que aliasse durabilidade, funcionalidade e baixo investimento. Na avaliação dos quatro pavimentos do hospital, foram indicadas para troca as torneiras do subsolo, do térreo e do primeiro andar. Para avaliação dos resultados, foram realizadas cinco medições: a primeira, sem a instalação do registro; a segunda, com o registro instalado e totalmente aberto; a terceira, com o registro instalado fechado em uma volta; a quarta, com o registro instalado e fechado em uma volta e meia; e a quinta, com o registro instalado e fechado em duas voltas. Ao final, o hospital experimentou uma redução de 44,86% no consumo de água (26,44-58,71%, IC de 95%). Conclui-se que o retorno do investimento será alcançado em 9,2 meses, atingindo a economia média estimada em 334.112 litros de água. O estudo proporcionou subsídios para tomada de decisão de forma objetiva, com base na aquisição e instalação dos registros em todas as torneiras de acionamento automático da instituição. 


Palavras-chave


Sustentabilidade; Eficiência; Consumo de Água; Vazão de água.

Texto completo:

PDF

Referências


Anvisa higienização das mãos em serviços de saúde. (2007). Recuperado 5 de setembro de 2016, de https://www.google.com.br/#q=anvisa+higieniza%C3%A7%C3%A3o+das+m%C3%A3os+em+servi%C3%A7os+de+sa%C3%BAde

Freitas, M. B., & Freitas, C. de. (2005). A vigilância da qualidade da água para consumo humano: desafios e perspectivas para o Sistema Único de Saúde. Ciência & Saúde Coletiva, 10(4), 993–1004.

Hospital Samaritano. (2015). Recuperado 13 de junho de 2016, de http://www.samaritano.org.br/hospital-samaritano-inova-e-reduz-consumo-de-agua/

Ilha, M. S. de O., Nunes, S. da S., & Salermo, L. S. (2006). Programa de conservação de água em hospitais: estudo de caso do Hospital das Clínicas da Universidade Estadual de Campinas. Ambiente Construído, 6(1), 91–97.

Maciel, C. (2014). Hospitais de SP encontram alternativas para economizar água em tempo de seca. Recuperado 15 de setembro de 2016, de http://www.ebc.com.br/noticias/brasil/2014/11/hospitais-de-sp-encontram-alternativas-para-economizar-agua-em-tempo-de-seca

Ministério da Saúde. (2011). Recuperado 13 de junho de 2016, de http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2011/prt2914_12_12_2011.html




DOI: http://dx.doi.org/10.5585%2Fiptec.v5i1.85

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista InovaçãoProjetos e Tecnologias - IPTEC / e-ISSN:2318-9851

Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP, (Brasil). 01504-000

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.